quarta-feira, 8 de outubro de 2008

POR QUÊ?

Por que as coisas não podem ser fáceis? Amo-te!
É tão difícil entender?
É tão difícil sentir o mesmo por mim?
Vejo-te, mas não posso te ter.
Por que é tão fácil te querer?
Por que é difícil te esquecer?
Tantas perguntas sem respostas,
Tantas cartas escritas em vão, embora saiba que não te entregarei nenhuma.
Por quê?
Será medo?
De ser rejeitada ou de ser aceita?
De errar ou de acertar?
De te amar muito e tudo acabar...
Ou descobrir que ainda não sei amar?
Deveria arriscar?
Se pudesse fazer um único pedido, pediria o teu amor por mim.
Pediria que me amasse como te amo, mas não sofresse como eu.
Talvez seja bobagem... Já me disseram que é impossível amar na adolescência...
Se não é amor o que será?
Prefiro não amar.
Tento agora em uma luta incessante te esquecer.
Não queria, mas já não sei o que fazer.
Queria apenas dizer que te amo e minha maior vontade é você!!!

Lorena Borges Moreira. 8º ano

2 comentários:

Marli disse...

Lorena!
Essa coisa de amor não é fácil de entender, não é mesmo? Muita gente também confunde com a paixão. Por outro lado as duas coisas se fundem. _Parabéns pelo texto.Abraço!

Cybele Meyer disse...

Lorena,

Parabéns pelo texto.
Te digo que amor é amor não importando a idade que se tenha. Ele se apodera de nós, e mesmo que tenhamos muita idade, ele faz com que sejamos eternos adolescentes.
Esta é a magia do amor e de quem o vive intensamente.
Parabéns e continue a escrever sempre.
beijinhos com carinho